terça-feira, 5 de outubro de 2010

Eu não estava muito afim de falar disso mas...

Eu recebo cada coisa no meu e-mail que dá agonia. Acho que vocês também recebem. Já não bastassem as asneiras que leio e vejo por aí sobre política, ainda sou obrigado a recebê-las na minhas caixas de correio eletrônico.

Ontem, por exemplo, recebi um texto atribuído a Marília Gabriela falando mal da Dilma. Claro, a graça é falar mal dela, os outros candidatos são todos perfeitos. Vi gente fazendo campanha A FAVOR do voto no Tiririca mas ninguém dizendo o absurdo que isso era. Para terem idéia da idiotice, o tal texto falava mal da Dilma por ela ser feia e parecer antipática! Cara, é sério isso? Vocês viram bem a cara dos outros candidatos a presidente? A única certeza que eu tinha quando essa campanha começou era que nosso próximo presidente será muito feio! Agora, me digam se isso é argumento para se eleger um presidente? Se bem, que, como bem lembrou o Adão, isso foi argumento em 1989 quando preferiram votar no bonitão Collor do que no sapo barbudo Lula, mas achei que nosso povo tinha melhorado em 21 anos.
Biíto!

O texto continuava falando mal da Dilma por ela ter "acendido uma vela a Deus e outra ao Diabo" por ter frequentado igrejas e centros de candomblé. O argumento religioso já foi usado em outros textos. Só pra começar, o Brasil é um Estado Laico, significa que não tem religião oficial (o que fica contraditório com os feriados religiosos mas isso é outro assunto). Sendo assim, o presidente da república não é obrigado a atender a uma ou outra religião e o fato de um candidato se relacionar com todas garante que nosso Estado continuará laico. Acha isso ruim? Então vai pro Irã, que tem religião oficial.


Tá achando ruim? Vem pra cá!

Os textos também falam de aborto, que a Dilma é a favor, não é contra, apóia. Se for o caso dela ser a favor, não significa que ela vá sugerir uma lei legalizando o aborto, que vá aprovar uma lei dessas que passe no Congresso ou muito menos que vá obrigar alguém a fazer aborto. Além do mais, aprovando ou não essa lei, não significa que vá virar um bundalelê e as mulheres vão sair se submetendo a abortos à vontade. Como a própria candidata disse, duvido que haja uma mulher que não considere o aborto uma violência contra ela.

Não bastassem os textos, assisto a um vídeo que começa mostrando a então ministra dizendo que não haverá apagão no Brasil para logo depois mostrar cenas do blecaute de novembro de 2009. Ainda completa mostrando Dilma dizendo que o repórter está confundindo as coisas. Puta merda, taí uma coisa que me trinca o saco! Manipulação maior de um fato deve ser difícil! Já falei aqui, desde que inventaram esse termo toda falha do sistema elétrico virou apagão. A ministra se referia a racionamento, como o que houve entre 2001 e 2002 por causa da falta de chuvas, investimento e possível redução da capacidade de geração de energia. O que aconteceu em 10 de novembro de 2009 foi um blecaute como os que aconteceram em em março de 1999 (raio de Bauru) e janeiro de 2002 (Ilha Solteira), no meio da crise de racionamento que não teve nada a ver com o problema em curso ao contrário do que tentaram fazer parecer na época. Acho que ninguém lembra que o problema estava tão sério que, além de multas para quem não economizasse, o governo sugeria que poderia haver cortes de energia propositais para reduzir o consumo. É o que eu falo, não sabem nem pra onde está ventando e querem escolher um presidente.

O vídeo ainda continua alternando declarações da ministra e fatos sem informar datas em que um ou outro aconteceram para dar a entender várias contradições, algo como o que Michael Moore fez em "Farenheit 911", colocando trexos de vídeo fora de contexto para embasar suas teses. Se é pra ser sério e fazer denúncia, que se faça direito e não com sensacionalismo e manipulação.

4 comentários:

Adao Braga disse...

Meus critérios para votar são outros, mas a aparência não é um.

Os critérios para não votar no PT e nos candidatos e apoiadores politicos do PT são POLITICOS, IDEOLÓGICOS e PESSOAIS.

Eu não gostar por exemplo da atitude de um candidato ligado a qualquer PARTIDO, é o suficiente para não votar nele, e o programa de governo do partido, eu os leio, também me faz desistir de votar no PARTIDO e candidatos do PARTIDO de forma geral e ampla, pelo programa do partido.

Tinúviel disse...

Engraçado, só recebi email falando bem da Dilma..
Mesmo eu não considerando ela como boa candidata, entre Sr.Burns..vai ela mesmo.
Plínio é Biito mesmo! hahahah

¤(`×[¤ Juzinhah ¤]×´)¤ disse...

murdock, obrigado. vc falou tudo o que eu queria dizer mas não estava sabendo escrever!

Micha Descontrolada disse...

não leio um, apago todos.
e exclui uma pessoa do meu orkut pq tava fazendo propaganda política...

/(,")\\
./_\\. Beijossssssssss
_| |_................

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails