domingo, 22 de abril de 2012

O Segredo dos Homens

Vejam este pequeno trecho do fantástico documentário "Metal - A Headbanger Journey" (Metal - Uma Jornada Headbanger) de Sam Dunn. Nele a socióloga Deena Weinstein fala do Heavy Metal e o masculino mas em muito pouco tempo ela fala muito sobre os homens.




Liberdade. Simples, liberdade, é isso que os homens querem e é isso que representam. Mulheres vão espernear, dizer que elas também querem liberdade, que todo ser humano quer liberdade e eu não nego isso. O que interessa mesmo no vídeo é o que ela fala no fim, quase por último "...e as mulheres sempre tentam atá-los e domesticá-los". Essa é a diferença.

Mulheres estão sempre querendo colocar os homens na coleira, dentro da lata, domesticar. Dizem que precisamos saber apenas quatro letras O B D C, tentam controlar o que pensamos, já viram algum homem perguntar "no que você está pensando?". Não adianta citar o seu ex, o primo da sua vizinha, estou falando da grande maioria dos casos.


A mulher quando namora começa a controlar a roupa do cara, onde vão jantar, que filme vão ver, para onde vão antes, durante e depois do encontro. Acham até ótimo esse domínio, mostram quem realmente manda. A sua garantia de segurança está em manter o sujeito na coleira sem perceber que a coleira o sufoca. O controle é exercido de diversas formas, pode-se até fazer analogia com ditaduras ao longo do mundo com governos controlando acesso à internet, grampeando telefones, censurando canais e programas de TV. Até os motivos são similares "homens são cafajestes, a gente tem que tomar conta" "existem dissidentes no povo, devemos controlá-los".

Mas uma hora o homem olha em volta e se vê numa gaiola, enjaulado. Aí vem uma cena de Triplo X com Vin Diesel e Samuel L Jackson.



Infelizmente não a encontrei, nem o DVD, se alguém puder me mandar, agradeço

Nela o personagem de Jackson tenta convencer Diesel a trabalhar para ele mas sabe que ameaçar de morte um cara que se arrisca o tempo todo não adianta. Então ele fala sobre a diferença de um leão que nasceu em cativeiro para um que foi capturado. O leão capturado já andou pelas savanas, tem um olhar selvagem mas o tempo de cárcere faz com que esse olhar se perca e o brilho se apague.

Esse diálogo sempre me marcou. Jackson não convence Diesel a aceitar sua proposta de forma violenta, ele faz com que Diesel se veja enjaulado. Para um cara como Alexander, que vivia da forma como se vê no filme, isso seria pior do que a morte. Um leão enjaulado, morrer em vida. É assim que muitos homens se sentem em seus relacionamentos e chega uma hora que preferem sumir ou sair fora do jeito que der, agindo exatamente como a namorada ou esposa não gostaria que ele agisse, escapando-lhe pelos dedos como um sabonete quanto mais ela aperta.

Isso lembra da piada sobre a mulher que acorda de madrugada e vê o marido chorando na sala e pergunta o que houve. Ele diz:

- Lembra-se de quando nos casamos, que seu pai disse que se eu não casasse com você ele me colocaria na cadeia por 20 anos?
- Sim, eu me lembro, amor, o que tem?
- Amanhã eu estaria solto



4 comentários:

Anônimo disse...

É triste isso. Esses dias vi isso no face " Fato :Existem pessoas que você tem um medo absurdo de perder."
E um comentário: "isso de alguma forma afasta elas de vc"
Claro que afasta! Afasta porque as mulheres ficam neuróticas, ciumentas e inseguras.
Como diz a minha avó: Pra que colocar a cerca se o que prende o boi é o pasto?

Stéphanie

Iara disse...

O texto é bom so que eu acho que a comparação com o filme nao ficou boa.
Sabe o que eu acho de verdade???que no fundo voces homens adora quando a gente tenta controlá-los, porque quando deixamos voces soltos, voces se perdem.
Mas eu sou a pior pessoa no mundo pra falar de homens, em 32 de vida, nunca tive um pra mais de 3 meses.

Murdock disse...

Iara, a gente não se perde, esse é o problema de vocês que acham que o certo é nos colocar numa coleira, achar que porque seguimos o nosso rumo e não o que vocês querem, estamos perdidos.

Escrevi um texto enorme sobre como NÃO gostamos quando tentam nos controlar mas mesmo assim você ainda acha que gostamos. Bom... você mesma deu a resposta no final.

Silvia Mantovani disse...

"Escrevi um texto enorme sobre como NÃO gostamos quando tentam nos controlar mas mesmo assim você ainda acha que gostamos. Bom... você mesma deu a resposta no final."

Dan, você é terrível! kkkkkkk
Quer saber? Eu concordo plenamente com você e diria mais: A mulher é burra! Ela sabe disso, no fundo ela sabe e mesmo assim faz!

Outro ponto que vc pode refletir a respeito: mulher tratar o homem como uma mãe trataria, (competir com a mãe dele)... Que acontece? Ele já TEM uma mãe, não precisa de outra, que faz o homem? procura outra mulher...
Beijão e boa semana!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails