quinta-feira, 14 de junho de 2012

A Medalha do Dia vai para...

Se isso não melhorar seu dia, lamento por você. Eu vi essa história ontem mas resolvi postar o print e a tradução aqui.




Ontem eu estava andando pelo shopping.
Havia um garoto com necessidades especiais andando perto de mim. Eu estava usando uma camisa azul escura com gola V e meu óculos estilo Clark Kent. O cabelo estava escuro pelo produto que uso e estava firme no lugar, exceto por uma mecha enrolada na minha testa.
Ele manteve o ritmo e eu disse olá.
Ele tinha que me perguntar algo.
Ele se aproximou e sussurou "Você é o Super-Homem?"
Eu ri um poquinho. "Obrigado garoto. Não."
Seu rosto permaneceu muito sério.
"Eu não vou contar a ninguém". Ele disse.
"Você é muito legal. Obrigado. Mesmo assim não sou. Super-Homem não é re..."
E o garoto tinha aquela expessão;
"Eu. Não. Contarei. A ninguém. Eu prometo. Eu juro."
Eu sou um cara emotivo então eu desisti.
"Nõs não devemos falar de nossas identidades secretas, garoto. Isso pode ser perigoso."
E ele balançava a cabeça animado concordando. "Eu sei. Eu sei."
Quando eu estava quase na porta, eu me virei e tirei meus óculos e coloquei meu dedo sobre os lábios e fiz "shhhhhh".
E da melhor forma que seus membros permitiam, ele me mostrou o polegar.
Eu estive pensando sobre isso nas últimas 24 horas.
Eu pensei que era louco até contar à Shanna na última noite e ela teve a mesma reação
História 100% real e apesar das disvantagens na vida, percebidas e reais, eu agradeço a esse garoto por ter sido um super-herói ontem.

Traduzi da melhor forma que pude para pelo menos quem não é bem versado no idioma de Shakespeare  possa entender a história.

E aí, valeu?

4 comentários:

Silvia Mantovani disse...

Valeu!

Anônimo disse...

Lindo!!!
Bjs
Stéphanie

Marianna Ferreira disse...

muito bom!

Elita disse...

Ahhh... muito fofa essa história!!!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails