terça-feira, 2 de outubro de 2007

Outubro

E mais um ano que passou rápido. Uma vez meu tio disse que quando a gente tem essa sensação, de que o ano passou rápido, é porque o ano foi uma merda. É, talvez meu ano tenha sido uma merda até agora, talvez não, depende do ponto de vista. Dia desses vi a resposta definitiva para a grande questão "o copo está meio cheio ou meio vazio". Na verdade, o copo tem o dobro do tamanho que devia ter. Profundo, não? Melhor nem filosofar a respeito.

Também achamos que essa sensação de que o ano passou rápido é porque não nos damos conta da quantidade de coisas que fazemos a cada dia. Uma vez pensei em ter um diário só pra dar mais atenção a essas pequenas coisas mas o projeto não foi à frente. Tive a idéia depois de ler "Drácula" (no original em inglês) que é todo contado através de diários.

A cada dia eu vou sendo otimista, olhando o lado bom das coisas, tentando ver que o ano não foi uma merda mas desde que aquele furacão passou na minha vida, algo parece sempre incompleto pra mim, mais do que sempre esteve.

Já é dia 2 de outubro. Tem gente já planejando seu reveillon mas desde meu último 31 de dezembro acho que criei alguma aversão a essa data. E agora estou lendo um livro, uma comédia romântica (não sou chegado em filmes assim mas o livro é bom), que começa justamente em um 31 de dezembro, o de 1999. Bem que me alertaram para só ler este livro quando os efeitos do furacão já tivessem passado.

Engraçado que não tenho essa sensação de que perdi meu tempo, desperdicei minha vida (até hoje) ou aquela impressão de que devia ter aproveitado mais. Hoje só tem uma coisa que parece que me fez ou faz falta, um meio de aproveitar a vida que não consegui até hoje e não sei se vou conseguir.

PS: Estou devendo um post sobre os certificados que recebi do Adão e da Flávia mas assim que arrumar outros indicados faço isso.

6 comentários:

Moça disse...

Eu acho o contrário do seu tio, quando o ano passa rápido é quando foi bom... o meu não foi dos melhores, tive várias problemas, mas sempre existe o "pior do que já está", então eu diria que meu ano foi bom pra razoável...
Eu poderia te falar um coisa que eu odiava que falassem para mim (tudo passa, até uva passa, odeio), mas acho que tudo é tem seu tempo e vc ainda é novo.

beijos

*Fernanda* disse...

Também tenho essa impressão de que o ano está voando... Mas eu quero mais é que chegue 2009 mesmo... Me formar, acabar essa faculdade, ter as noites livres...rs

Beijos!

Iara Alencar disse...

Oi, foi assim, eu encontrei seu blog no blog do adão.
Encontrei o adão no blog do wolverine
encontrei o wolverine no blog da mel.
Encontrei a mel...nao sei onde. :(

Iara Alencar disse...

Pois é, há tempos, muio tempo que tenho essa sensação que o ano passou rapido demais, mas não sei explicar como.
Também passo pela sensação que não aproveitei a vida o suficiente.

Adao Braga disse...

Se demorar muito, voce vai esquecer, então vou acionar-te juridicamente...

Tem advogados por aqui???
Promotores...

Quanto ao texto, tem um amigo, que diz assim:

Quando é que você pensa que o tempo que passou foi rápido:

Quando o período vivenciado, (por exemplo, quando seu time tá jogando bem) está bem.

Quando o período vivenciado é ruim, se tem a idéia de que o tempo tá passando devagar.


Se você considera que o ano tá passando rápido, é porque o ano tá sendo bom pra você, porque as coisas boas passam rápido, e as ruins demoram!!!

O ano tá sendo bom pra você???

Carolina disse...

Feliz ano velho!

2007 está passando e quase não estava me dando conta.
Por quê?

Porque liguei o automático e fui fazendo como a música do Chico "Todo dia ela faz tudo sempre igual".

Basta à rotina!

Pequenas doses de transgressões diárias farão bem ao meu ano.

Ir pelo caminho mais florido, passar no baleiro antes de dar aula, ouvir música enquanto arruma a casa, ir a um show em dia de semana mesmo sabendo que ficarei quebrada no dia seguinte....
Ligar pra um amigo que há tempos não vejo.

Escrever num blog de alguém que desconheço, mas pelas palavras a gente conecta e passa a conhecer.

"Tempo, tempo,tempo, tempo... entro num acordo contigo", já cantava Caetano.

Beijo grande, Daniel!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails