sábado, 14 de junho de 2008

5 horas

Jaraguá do Sul



Foi o tempo que demorei da fábrica da Weg até dentro da minha casa entre trajetos de táxi e avião e espera no aeroporto. Até que foi rápido.

Em Jaraguá passei frio, comi joelho de porco e outras comidas típicas alemãs, passei um frio brabo, vi um shopping só com casais (de vários tipos). Aliás, no meu primeiro dia lá dei de cara com um daqueles amigos do Ronaldo, de cabelo (peruca?) loira escorrida e gorro cor-de rosa. Jaraguá tem um trânsito estranho, você não sabe pra onde os carros vão. E, vamos combinar, Breithaupt não é um nome muito bom para um shopping.

É uma dessas cidades que crescem em volta de uma indústria mas, como é no Sul do Brasil, cresceu organizada, continou arrumada e bonitinha, ao contrário das do Rio, por exemplo, que ficaram uma merda.

Agora devo dar uma sossegada por aqui, colocar umas coisas em dia, resolver pendências, essas burocracias comuns da vida.

A foto é do rio Itapocu em Jaraguá do Sul.

Um comentário:

adaobraga disse...

E não soube o que significa o tal nome do shopping? Deve significar algo noutra lingua!

Quanto ao trânsito, é porque você não conhece o de Irecê!!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails